Life Style

Mina Kimes cita uma estatística que explica as lutas dos Panteras na última temporada

(Foto de Eakin Howard/Getty Images)

Os Carolina Panthers não tiveram muita coisa acontecendo na última temporada.

Bryce Young era um farol de esperança e todos estavam ansiosos para ver o que a escolha número 1 do draft poderia fazer.

No entanto, deixando de lado suas lutas, não é fácil prosperar atrás de uma linha ofensiva esgotada e com pouco ou nenhum talento ao seu redor.

O ataque dos Panteras sofreu muito e, embora Young tenha tido muito a ver com isso, não é como se seus companheiros de equipe lhe dessem muito com que trabalhar.

Para contextualizar, a analista da NFL Mina Kimes apontou uma estatística bastante chocante.

Os Panteras tiveram apenas 17% de seus arremessos abaixo de 10 jardas para recebedores abertos, que ficaram em último lugar na liga na temporada passada.

Para efeito de comparação, o San Francisco 49ers – que ficou em primeiro lugar – teve 34% de seus arremessos abaixo de 10 jardas indo para recebedores abertos.

Com isso em mente, Kimes acredita que os Panteras deveriam se sair significativamente melhor nesse aspecto na próxima temporada, já que contrataram um velocista como Xavier Legette e também trocaram por um corredor de elite como Diontae Johnson.

Além disso, com Dave Canales agora dando as cartas em Charlotte, seu foco deve ser melhorar o ataque e também desenvolver seu jovem quarterback.

O produto do Alabama deixou muito a desejar em sua campanha de estreia e as preocupações com seu tamanho – ou a falta dele – nunca irão desaparecer.

Ainda assim, o talento definitivamente estava lá, e seu trabalho deveria ser significativamente mais fácil em sua segunda temporada, sem mencionar que ele finalmente teve um vislumbre da velocidade e do jogo da NFL.

PRÓXIMO:
Panteras contratam WR de fora da NFL



Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button