Entertainment

A TV clássica é o binge watch perfeito por muitos motivos

Os programas de TV clássicos ainda são amados e apreciados pelas massas hoje.

Todos nós temos favoritos específicos que já vimos muitas vezes, mas nunca nos cansamos de assistir.

Certos avanços tecnológicos não existiam quando os programas de TV clássicos foram produzidos, como a capacidade de pausar, retroceder ou gravar episódios.

Desde então, esses avanços mudaram a forma como podemos ver nossos programas clássicos favoritos.

Embora o binge-watch nem sempre seja ótimo para desfrutar de programas modernos, é outro avanço que pode oferecer novos insights sobre programas clássicos que são divertidos de explorar.

A atração da TV clássica

Quer seja um programa dos anos 1950 como Lassie ou um programa dos anos 1980 como Os fatos da vidahá algo inerentemente especial em um programa de TV clássico.

Assistir a um é como comer comida reconfortante.

Os especialistas dizem que os programas clássicos são muito atraentes porque os humanos são criaturas sociais. Queremos formar conexões com outras pessoas.

As conexões podem ser formadas tão rapidamente conhecendo um personagem ou grupo de personagens favorito da TV quanto conhecendo pessoas em nossas vidas diárias.

Assistir a programas conhecidos é como se reunir com velhos amigos, por isso muitos espectadores recorrem aos clássicos em momentos de estresse ou quando tentam relaxar após dias difíceis.

Outra razão pela qual muitos de nós achamos a TV clássica atraente é porque ela representa uma época mais simples.

Amados programas de TV clássicos como Happy Days e Dennis the Menace nos lembram de épocas passadas, quando não precisávamos nos preocupar com os problemas de hoje.

Alguns diriam até que gostam de fugir para shows clássicos.

As comédias clássicas, em particular, são especialmente boas para proporcionar risadas leves quando não queremos pensar muito.

Quer o objetivo seja rir, esquecer nossos problemas, relembrar o passado ou criar uma conexão emocional, os programas de TV clássicos muitas vezes podem atender a essas necessidades.

Problemas de visualização episódica do passado

Antes de os programas de TV clássicos se tornarem clássicos, eles eram os programas atuais da época e não eram assistidos como são agora.

Naquela época, os programas iam ao ar em dias específicos e horários exatos.

Se alguém tivesse hora de dormir, consulta médica, escola ou trabalho, estaria no proverbial riacho sem remar. Eles tiveram que conviver com episódios perdidos de suas séries favoritas.

Mesmo quando as pessoas tinham tempo para assistir seus filmes favoritos programas clássicosdetalhes essenciais eram fáceis de perder ou esquecer entre os episódios.

A capacidade de gravar programas mudou um pouco os hábitos de visualização, mas a verdadeira virada de jogo foi a introdução do aplicativo de streaming e a capacidade de consumir clássicos amados.

Observando mais os pontos da trama

O primeiro benefício dos clássicos é a capacidade de perceber todos os detalhes da trama que antes eram facilmente perdidos.

Muitas comédias clássicas eram geralmente episódicas, com um episódio apenas vagamente conectado a outro. Eles nem sempre tinham histórias abrangentes para toda a temporada, como os programas modernos tendem a ter hoje.

No entanto, aqueles que perderam episódios clássicos específicos quando foram ao ar pela primeira vez também perderam eventos significativos, como quando os personagens deram à luz filhos.

A capacidade de assistir facilmente aos mesmos episódios de programas repetidamente também permite que os espectadores percebam pontos perdidos da trama ou histórias que foram iniciadas e nunca concluídas.

Um bom exemplo é o desaparecimento de Fluffy the Cat de O grupo Brady depois de apenas um episódio, que mais tarde foi seguido pelo súbito desaparecimento de Tiger the Dog na segunda temporada.

Vendo personagens interpretados por vários atores

Hoje, não é tão fácil para os programas de TV substituirem os atores como era anos atrás.

Os programas de TV clássicos raramente evitavam substituir atores que desempenhavam papéis incidentais e até mesmo atores que interpretavam personagens principais.

Várias dessas substituições ocorreram no clássico A Feiticeira, estrelado por Elizabeth Montgomery.

Ela interpretou Samantha Stephens ao lado de Dick York como o marido de Samantha, Darrin. Mais tarde, ele foi substituído por Dick Sargent.

Outros personagens principais de Enfeitiçado interpretados por vários atores incluíam Louise Tate, a esposa do chefe de Darrin, e Gladys Kravitz, a vizinha dos Stephens.

Outro bom exemplo é o personagem Chuck Cunningham de Happy Days, interpretado por três atores entre o piloto e a segunda temporada antes de ser eliminado da série.

Identificar essas substituições de atores é outro benefício significativo do binge watch.

Reconhecendo os mesmos atores em múltiplas funções

Parte da diversão de assistir programas de TV clássicos é ver rostos familiares.

Era padrão que atores como Dabbs Greer e Charles Lane aparecessem em muitas séries diferentes entre as décadas de 1950 e 1980.

Da mesma forma, era comum que um ator desempenhasse vários papéis em um único programa com frequência.

Por exemplo, o comediante Paul Lynde, parodiado em Corrida de arrancada de RuPaulinterpretou um instrutor de direção antes de de repente se tornar o tio Arthur em Bewitched.

Os produtores do programa poderiam fazer com que um ator interpretasse vários personagens porque os espectadores tendiam a esquecer quem viram entre os episódios.

No entanto, essas peculiaridades da TV clássica são muito mais perceptíveis na era do binge-watch e do streaming.

Reconhecendo as complexidades do conjunto

Muitos aparelhos de TV clássicos eram bastante complexos.

Muito tempo e esforço foram investidos para torná-los o mais detalhados possível.

Infelizmente, assistir a um episódio por semana e prestar mais atenção à história do que ao set significava que a maioria dos espectadores perdia muitos detalhes do set quando assistiam aos programas clássicos pela primeira vez.

O binge-watch combinado com recursos como a capacidade de pausar e retroceder agora permite que os esforços dos cenógrafos em programas de TV clássicos obtenham o reconhecimento que merecem.

Muitos conjuntos de shows clássicos foram elaborados, como o conjunto Cheers bar ou o conjunto Arnold's Diner de Gary Marshall clique em Dias Felizes. É interessante notar esses detalhes definidos.

Comparando um conjunto com outro

Comparar aparelhos de TV clássicos entre si pode ser uma alegria porque muitas vezes você pode identificar aparelhos ou partes de aparelhos que foram reutilizados.

Claro, foi mais desafiador detectar a reutilização de cenários quando programas clássicos foram ao ar originalmente.

Os espectadores não podiam necessariamente assistir a determinados programas consecutivos ou absorver detalhes como esse.

Hoje, graças aos aplicativos de streaming e ao binge-watch, é muito mais fácil identificar um conjunto familiar e descobrir onde você o viu antes.

The Brady Bunch, The Andy Griffith Show, Bewitched e Full House são apenas alguns programas clássicos cujos sets foram usados ​​total ou parcialmente por outras produções.

Uma peça icônica de um cenário que você pode encontrar em muitos shows diferentes é a fonte nos créditos de abertura de Amigos. Também apareceu em episódios de clássicos adorados como Bewitched, The Monkees e Wonder Woman.

Detectando erros estranhos

Todos os motivos para assistir a programas clássicos listados acima tornam divertido assistir a programas clássicos. No entanto, muitos espectadores dizem que a capacidade de detectar erros de filmagem ou problemas de continuidade com adereços e decorações do cenário supera todos eles.

Desde equipamentos visíveis nas tomadas até adereços movidos de uma cena para outra, é um desafio ver quantos erros e omissões podemos detectar.

Alguns erros são invisíveis, mas estão relacionados ao fato de os escritores não manterem seus fatos corretos.

Por exemplo, o tenente-coronel Henry Blake (McClean Stevenson) é casado no clássico programa M*A*S*H. Não há como contestar isso.

O que está em disputa é o nome da Sra. Blake. Dependendo do episódio, é Lorraine ou Mildred.

Adoraríamos ouvir seus motivos favoritos para assistir a programas de TV clássicos.

Conte-nos abaixo nos comentários.

Jéssica Kosinski é redator da TV Fanatic. Você pode siga-a no X.



Source

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button